Livra Livro

agosto 12, 2019

Resenha - As Vantagens de ser Invisível - Stephen Chbosky

Resenha - As Vantagens de ser Invisível -  Stephen Chbosky

As Vantagens de ser Invisível
Stephen Chbosky
Editora Rocco
Páginas: 223
♥ ♥ ♥ ♥ ♥

     Nem sei como começar essa resenha, geralmente quando leio um livro que mexeu comigo, que encontrei certas semelhanças, ou me identifiquei com o personagem, é meio dificil, devido sobrecarregar as nossas emoções, que fica bem dificil de transmitir o que senti com a leitura.
Bom chega de enrolação, o livro é muuito bom, assim que a Rocco re-lançou com a capa do filme, fiquei doida para ler, por que se dependesse da outra capa, não iria ler tão cedo #preconceito, mas iria me arrepender muito, ainda bem que pude ler essa obra maravilhosa.
Conhecemos o Charlie um garoto bem solitário, inteligente, tímido, que nos conta sua história através de cartas, bem intimas, as cartas são direcionadas a um amigo,Charlie tenta se recuperar de uma depressão e da suícidio de seu melhor amigo. A escrita é bem joval de fácil entendimento.
Charlie está entrando no Ensino Médio, e como sabemos sempre bate aquele medo. Como Charlie não tem amigos, passa seu tempo, ouvindo música, lendo, vendo jogos com seu pai. Assim que começam as aulas, Charlie decide ir ao jogo de futebol na escola, e é onde ele conhece Patrick e Sam e começa a andar com a turma deles, que são todos bem descolados. Eu adorei os personagens, muito bem construídos, com personalidades marcantes e muito cativantes.
Assim que os conhece, Charlie fica muito feliz, já que não tem muitos amigos, e faz de tudo para agradar, bem não diria que ele faz de tudo, Charlie já é assim, não força a barra, simplesmente é asssim, amigo, leal, muitas vezes me pegava pensando que não tem mais gente assim no mundo, pessoas que se doam, que estão sempre ali, tentado te entender, sempre querendo fazer o bem, sempre ali sendo seu amigo. Apesar de Charlie ser meio problemático, devido as coisas que conteceram com sua tia Helena. O livro me emocionou bastante, o autor consegue nos envolver de uma forma que parece que é você que está vivendo aquilo, várias vezes me via nas situações em que o Charlie estava, porque esses acontecimentos de uma forma ou de outra afetaram a vida de Charlie.
O autor conseguiu abordar temas como drogas, homosexualidade, primeiro amor, a primeira vez, Bullying e sempre aquela tensão que rola quando entramos no ensino médio. O livro é muito emocionante, não tem como falar muito, só digo uma coisa: LEIAM Super Recomendo, nem preciso dizer que entrou para os meus favoritos, ah e assim que acabarem de ler vejam o filme, é muito emocionante, o livro é regado de música boa, uma ótima trilha sonora!

Quotes preferidos:

" Então, acho que somos quem somos por várias razões. E talvez nunca conheçamos a maior parte delas. Mas mesmo que não tenhamos o poder de escolher quem vamos ser, ainda podemos esclher aonde iremos a partir daqui." (pág: 221)

" A gente aceita o amor que acha que merece" (pág: 35)

agosto 12, 2019

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan -  Sophie Kinsella


O Segredo de Emma Corrigan
Sophie Kinsella
Editora Galera Record
Páginas: 383
♥ ♥ ♥ ♥ 

    Mais um livro da Diva Sophie Kinsella que me agradou bastante!qual não agrada?
O Segredo de Emma Corrigan, conta a estória de Emma, uma jovem que como qualquer outra tem segredos. Segredos esses que não se deve sair falando para um estranho.
Emma morre de medos de avião, e em uma viagem cheia de turbulências, ela pensa que irá morrer e acaba abrindo a boca para um estranho, que está sentado ao seu lado, um estranho bonitão, e começa a contar seus segredos, os segredos mais íntimos, sobre seu namoro, sobre seu peso, sobre como o café da empresa em que trabalha é nojento, e que mentiu sobre seu currículo.
Sem dar espaço para o estranho falar Emma fala sem freios, até de suas roupas intimas a Emma contou para o estranho. E sem falar que contou que está desconfiada de que não tem um ponto G. #imagine a cara desse homem.
Quando o avião aterrissa, Emma fica totalmente sem graça e pede mil desculpa para seu colega de voo, com um certo alivio, em saber que não verá mais esse homem em sua vida. será?
Emma trabalha em uma empresa onde é assistente de marketing, e vê essa oportunidade para ser promovida, só precisava viajar para fechar o negócio, mas chegando lá, não entendia nada do que os executivos falavam, e acabou metendo os pés pelas mãos, e vê sua oportunidade de ser promovida indo embora, e pensa que será mandada embora!
No dia seguinte no trabalho, com medo de ser mandada embora, Emma recebe a noticia de que o chefão, fundador da empresa irá visitar a filial do Reino Unido.
No dia da chegada do chefe, Emma descobre que o bonitão do avião a quem ela contou seus segredos mais íntimos é Jack Harper, fundador e presidente da Corporação Panther. Emma entra em pânico quando vê Jack Harper, pensando que ele irá abrir o bico e contar para todos da empresa seus segredos.
A vida tranquila que Emma tinha na empresa, com um namorado perfeito, que é claro contou para Jack que ele parece o Ken o namorado da Barbie, está ameaçada com a presença de Jack Harper. Será que Emma será despedida, e terá seus segredos revelados?
As situações, em que Jack e Emma se encontram nos corredores, ou até mesmo fora da empresa, são muito engraçadas, Jack sempre a alfinetando com os segredos de Emma, e com isso acabou trocando a máquina de café da empresa, depois que Emma lhe falou que o café era horrível.
Mais uma vez Sophie Kinsella me prendeu em suas estórias, sempre muito bem escrita, com personagens ótimo e engraçados, que tem um pouco da gente, em algumas ocasiões me identificava com a Emma, suas neuras, quando ficava doida para contar alguma coisa, ou então tenta falar a verdade, mas não consegue para não magoar a pessoa! Me diverti bastante com a Emma, dava cada risada que minha pensava que estava ficando maluca! A narrativa é em primeira pessoa, bem simples e gostosa! Sem dúvida entrou para a minha lista de favoritos! Claro que não poderia faltar um romance no livro, mas para isso terão de ler o livro, se não perde a graça! Super recomendo! Se está procurando uma leitura para descontrair, esse livro vai te ajudar!


junho 23, 2019

#Conhecendo a Série: A Mediadora - Meg Cabot

#Conhecendo a Série: A Mediadora - Meg Cabot

Hoje venho conversar um pouco sobre a série "A Mediadora" da autora Meg Cabot. Quem não conhece essa série maravilhosa? Se você ainda não conhece e não sabe do que se trata, continue lendo a postagem e venha conhecer Suzannah Simon e seus métodos de Mediadora.


crédito na imagem

  Esse ano estava com planos de reler os primeiros livros e dar continuidade na série, já que foi lançado o sétimo livro da série e estou mega curiosa, eu lembro que essa série foi meu primeiro contato com a escrita da Meg, e eu devorei o primeiro, estava no ensino médio e nas horas vagas eu pegava para ler.  Depois de um tempo eu me perdi em meio a tantos livros e deixei a série de lado, e bateu aquela saudade e a vontade de saber o desfecho ainda mais com a chegada do novo livro.  

A Mediadora é um livro sobrenatural, Suze é uma jovem muito louca que tem o dom de ajudar as almas perdidas a seguirem seus caminhos, só que nem sempre é tão fácil e simples, tem sempre algum espírito revoltado querendo tocar o terror, então o trabalho de Suze fica mais difícil.Ninguém sabe desse seu dom, nem sua mãe, o que deixa as coisas ainda mais difíceis, pois é complicado explicar suas escapas e os motivos que a levaram a fazer tais coisas, sempre coisas malucas rs'  e agora está de mudança para a nova casa de Andrew, novo marido da sua mãe e lá ela terá três "irmãos", filhos de Andrew, e isso significa escola nova, amigos novos e fantasmas novos rs' e um em especial que "mora" no seu novo quarto, Jesse ♥ Posso adiantar pelos dois primeiros livros que a diversão é garantida com a Suze, tem resenha aqui no blog e vou deixar linkado ao lado dos títulos. Vamos conhecer os livros dessa série? São 7 no total, e possuem mais ou menos 250 páginas, a leitura é rápida então a quantidade nem é problema, sem contar que a história te prende e você nem vê o tempo passar.


Terra das Sombras - Meg Cabot - Resenha Skoob
Sinopse: Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos, então, é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente novaiorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe. Ela conversa com mortos. Todos eles. Qualquer um. Ela é uma mediadora, em termos místicos, uma pessoa cuja missão é ajudar almas penadas a descansar em paz. Um dom nada bem-vindo e que a deixa em apuros com mãe e professores. Como convencê-los da inocência nas travessuras provocadas por assombrações? Essa é a emocionante trama de A mediadora série best seller de Meg Cabot, que ganha nova capa.
Em A Terra das Sombras, primeiro volume da série, Cabot apresenta a vida desta mediadora divertida, que tem certa ojeriza a prédios antigos — quanto mais velho um edifício maiores as probabilidades de alguém ter morrido dentro dele —, um pai-fantasma nada ausente e uma nova família, que inclui um pai adotivo e três irmãos postiços. A história começa com a mudança de Suzannah para a ensolarada Califórnia e, para seu desespero, uma casa do século passado. Assombrada, claro. Só que por um fantasma bonitão, que nada faz para assustá-la. Muito pelo contrário.
Os problemas de Suzannah, porém, não estão só no lar, mas também na escola. Lá, o espírito de uma garota, que se matou por causa do namorado, ameaça a segurança de todos. Só Suzannah com suas habilidades e poderes especiais pode salvar seus amigos e professores da fúria terrível de uma assombração com grandes poderes...

O Arcano Nove - Meg Cabot - Resenha -  Skoob
Sinopse: Para uma adolescente, trocar de cidade pode ser um trauma. Para Suzannah, a mudança de Nova York para Califórnia está sendo ótima: novos amigos, muitas festas e dois caras bonitões e muito interessantes. Só que um deles é um fantasma. E o outro pode matá-la. Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de se comunicar com os mortos e resolver as pendências deles na Terra. A velha casa para onde se mudou com a mãe e o padrasto é assombrada por Jesse, um fantasma jovem e gentil. Como Jesse não liga muito para ela (e, além do mais, está morto), Suzannah se entusiasma com o interesse de Tad Beaumont, o garoto mais cobiçado da cidade. Mas o fantasma de uma mulher, cujo assassinato pode ter relação com um mistério no passado de Tad, a atormenta. E a vida de Suzannah pode estar ameaçada. Ser adolescente é complicado. O que dizer de uma garota que precisa dividir sua atenção entre a própria vida e a morte dos outros?


Reunião - Meg Cabot - Skoob
Sinopse: 
Suzannah é uma adolescente como outra qualquer. Bem, quase...Ela tem um pequeno segredo: é uma mediadora. Fala com fantasmas e os ajuda a descansar em paz. Um dom um tanto incomum para ser divido com os colegas, irmãos e até mesmo com a mãe. Mas de uma pessoa Suzannah não conseguirá esconder seu segredo. Gina, sua melhor amiga de Nova York, está na cidade passando uns dias com ela. Durante sua estada, quatro adolescentes morrem num acidente de carro. E Suzannah se vê obrigada a abrir mão de seus dias tranquilos com a amiga para ajudar as almas penadas.


A Hora Mais Sombria  - Meg Cabot - Sbook
Sinopse: Em A Hora Mais Sombria, quarto livro da série A mediadora, Suzannah sofre com sua paixão por Jesse – o fantasma “muito gato e com abdome de tanquinho”, que “vive” assombrando seu quarto. Entre a juventude platinada local, no melhor estilo de OC, a menina tenta se adaptar ao novo colégio e à nova família formada com o segundo casamento da mãe. Entre as recentes amizades e agitos naturais da idade, a menina resolve as pendências do mundo espiritual.





Assombrado - Meg Cabot - Skoob
Sinopse: Suzannah passou o último verão no Pebble Beach Hotel and Golf Resort. Não, ela não estava hospedada com os ricaços. Em vez disso, tomava conta dos filhos deles. Foi assim que ela conheceu Paul Slater. Suzannah era a babá do irmãozinho dele, Jack, e Paul se encantou por ela. Mas é claro que quando um garoto bonitão se interessa por ela as coisas não podem simplesmente dar certo.








Crepúsculo - Meg Cabot - SkoobSinopse: Desta vez é vida ou morte. A série A mediadora, de Meg Cabot, chega ao fim. Suzannah já se acostumou com os fantasmas em sua vida e é muito aterrorizante ter o destino dos fantasmas em mãos, podendo alterar o curso da história. E tudo ficou pior depois que ela descobriu que Paul também sabe como fazer isso. E ele adoraria evitar o assassinato de Jesse, impedindo-o de virar fantasma e lhe garantindo uma vida tranqüila, finalmente... Isso significaria que Jesse e Suzannah jamais se conheceriam. A mediadora está diante da decisão mais importante da sua vida: deixar o único cara que já amou voltar para seu próprio tempo, impedindo assim sua morte... ou ser egoísta e mantê-lo a seu lado como um fantasma. O que Jesse escolheria: viver sem Suzannah ou morrer para amá-la?


Lembrança
Lembrança - Meg Cabot - Skoob
Sinopse: Meg Cabot retorna com uma divertida e sexy continuação da saga de Suzannah Simon, a menina que via fantasmas... e os ajudava a passar para a luz Agora, mais velha e experiente, tudo que Suze quer é causar uma boa impressão no primeiro emprego desde sua formatura — e desde o noivado com o Dr. Jesse de Silva, ex-espírito e sua alma gêmea. Como não bastasse, um fantasma de seu passado resolve aparecer. E esse não é um espectro que ela possa mediar. Afinal, Paul Slater está bem vivo, milionário e, ainda por cima, é o novo proprietário da antiga casa de Suzannah. Aquela na qual conheceu Jesse. Isso não seria um problema se ela não tivesse acabado de descobrir que uma antiga maldição poderá transformar seu amado num demônio, caso seu antigo local de descanso seja demolido, como Paul pretende. Agora ela precisa dar um jeito em Paul, que a está chantageando sexualmente — isso mesmo... ou ela dorme com ele, ou perde Jesse —, enquanto tenta ajudar uma caloura assombrada por uma menininha muito poderosa... "

Bom pessoas, espero que tenham gostado se saber sobre a série, que acredito eu que já é bem conhecida, uma das melhores da Meg, apesar de eu ler até o terceiro livro rsrs.. mas estou retomando a leitura. Deixem nos comentários o que acharam, se já leram, qual o livro preferido, me contem tudo rs'! Obrigada pela visita e pelos comentários. Beeeijos

junho 23, 2019

#Resenha de Livro - Meu Romeu - Leisa Rayven

#Resenha de Livro -  Meu Romeu - Leisa Rayven

Meu Romeu
Starcrossed #1
Leisa Rayven
Globo Alt

   Assim que esse livro saiu eu fiquei bem curiosa, comprei na Bienal do livro aqui no Rio ano passado e até então vinha adiando a leitura, não sei porque, já que estava bem curiosa, vai entender... Enfim, realizei a leitura na semana passada e curti a história de Ethan Holt e Cassie Taylor escrito pela autora Leisa Rayven que foi publicado aqui no Brasil pela Editora Globo Alt então vem conferir a resenha.

  Meu Romeu conta a história de Cassie Taylor que logo no inicio- primeiro capitulo - nos conta sobre seu conflito amoroso. Mas vamos com calma e vamos conhecer a Cassie. Cassie Taylor é uma atriz e foi selecionada para fazer uma peça da Broadway, tudo que ela mais queria, mas o problema é que quem fará seu par romântico na peça é seu ex-namorado Ethan Holt.  O cara que partiu seu coração, que a abandonou durante três anos e agora está de volta em sua vida, a deixando desconfortável, já que ele ainda mexe com ela, e agora irão se encontrar todos os dias nos ensaios, será um grande desafio para Cassie, mas a mágoa e as coisas que Holt a fez passar está ali presente, mas será que vai ser suficiente para os deixar afastados, já que os dois possuem uma química louca dentro e fora dos palcos.
   Cassie Ethan se conheceram na escola de Artes Grove em Nova York e nós vamos acompanhar o passado de como eles se conheceram e como chegaram a esse ponto atual, a narrativa é entre o passado e o presente, gosto muito quando os livros nos levam de volta ao passado, fica mais claro para entender as atitudes dos personagens e a evolução de cada um.
  No passado temos uma Cassie um pouco tímida, mas quando se solta não para de pensar em besteiras e em como deseja Ethan Holt, chega a ser feio o desespero dela, tudo bem que ele é beem atraente, mas mesmo assim desesperador. O Ethan é um cara misterioso que chama a atenção de todas as meninas, lindo, olhos azuis, corpão rs' mas é muito quieto e distante da turma, a única que conseguiu se aproximar foi Cassie e os dois começam a conversar, mas a atração ali é presente e intensa, ao contrario de Cassie, Etah já é mais concentrado e se controla quando estão sozinhos, não quer magoar a jovem e nem iludir e deixa claro que tem medo de não ser bom para ela.

  Claro que parece um livro clichê, mas é uma história clichê rs' um new adult como os outros que já foram lançados por aqui, mas sabe aquele livro gostoso de ser lido, de se envolver com os personagens e querer que as coisas deem certo? Pois é, esse é um desses livros, a autora Leisa, uma iniciante na literatura, Meu Romeu é seu livro de estreia, e ela soube criar uma ótima história, com personagens maravilhosos, que possui sentimentos que todos nós que já sofremos por amor, já sentimos. Também preciso falar dos personagens secundários, que ganham destaque e sao fundamentais para os protagonistas, a Ruby, colega de quarto da Cassie, aquela amiga que não te deixa correr atrás de alguém que não está nem aí pra você rs' gostei dela. A irmã do Holt, que ajudou Cassie a entender um pouco os problemas do Holt e os amigos e professora Erika da Grove, que foi maravilhosa com esses dois, e os amigos loucos que nos arrancam várias risadas e deixam em situações um tanto constrangedoras rs'

Eu curti a leitura e estou bem curiosa com a continuação que já foi lançado e se chama "Minha Julieta" pela Globo Alt. A edição está maravilhosa, a capa é linda e assim como o título chama a atenção. Encontrei alguns errinhos, mas nada que atrapalhe a leitura Como disse antes, a autora consegue prender e para quem ta começando começou com o pé direito. Recomendo. 

junho 23, 2019

#Resenha de Livro: O Oceano no Fim do Caminho - Neil Gaiman

#Resenha de Livro: O Oceano no Fim do Caminho - Neil Gaiman


O Oceano no Fim do Caminho
Neil Gaiman
Editora Intrínseca

O Oceano no Fim do Caminho do Neil Gaiman chamou minha atenção pelo título, um título diferente que te intriga e com uma capa fabulosa, eu sou apaixonada por essa capa, sério. Pois bem, comprei o livro feliz da vida e assim que chegou fui lendo e, cara, que história.

   Nesse livro somos transportado através das memórias do nosso protagonista para a sua infância, já na fase adulta voltando de um funeral,ele reflete sobre sua vida e lembranças de quarenta anos atrás vem em sua memória,memórias de quando era um garotinho de apenas 7 anos que adorava livros. Depois do Funeral, ele resolve dar uma volta nas redondezas onde morava na infância - Sussex ,Inglaterra - passando por onde era a casa da família e decide ir até o final da rua, e acaba parando na Fazenda Hempstock, onde conheceu sua unica e melhor amiga Lettie Hempstock.Chegando na fazenda é recebido por uma senhora, será a Sra. Hempstock mãe de Lettie? Pedindo permissão, ele visita o lago atrás da Fazenda, onde mais lembranças da infância vem e se lembra que aquele não é um simples lago de patos, para Littie, aquele era seu Oceano.
  
   "Vivia nos Livros mais que qualquer outro lugar"

   Diante dessa visita a Fazenda Hempstock, nosso protagonista, mergulha e nos conta sobre essa sua fase gostosa da vida, a infância e de como conheceu a Littie Hempstock e sua família. Sobre como era um garoto solitário que vivia mergulhado nos livros, com historias fantasiosas e de como sua vida era pacata, os livros eram seus porto seguro, uma fuga como é para qualquer um de nós, não é mesmo? Mas sua vida, começa a tomar outras caminhos quando sua família começa a passar por dificuldades financeiras e sua família decide alugar seu quarto para um estranho, o minerador de Opala e seu terrível fim no carro de seu pai, e é nesse momento que ele conhece a Littie e acaba se tornando melhores amigos.

  A amizade entre os dois é linda e verdadeira, Littie é tão simples e inteligente, uma menina determinada, para nosso protagonista, não só ela mais a família Hempstock possui alguma magia, encantamento e coisas misteriosas acontecem na fazenda. Diante de tantos mistérios, ele e sua família, recebem a visita ou melhor um hóspede, que também é contratada pela família para cuidar dele e de sua irmã em troca de moradia, chamada Ursula Monkton que tem alguns objetivos em relação as pessoas, principalmente a família do nosso protagonista, e ele contará com a ajuda de Littie e sua família para ajudar a "combater" ou melhor mandar Ursula Monkton de volta para seu lugar.
  Esses dois vivem muitas emoções, passam a escapar das armadilhas de Ursula e tentam devolve-la ao seu mundo, mas correm um grande perigo. Lettie é uma amiga e protetora, capaz de tudo para salvar um amigo, como já disse, essa amizade é linda demais, inocente e sincera.

   A história é narrada pelo nosso protagonista e temos clareza das mais loucas aventuras, ora pensava que tudo aquilo seria uma história fantasiosa que ele criou, ora pensava isso é real. Esse livro é um misto de sentimentos, um livro incrível que te faz mergulhar nesse oceano de memórias e fantasias de um menino de 7 anos que tem uma criatividade gigantesca, te deixa nervosa, te faz torcer para que a vilã seja derrotada, para que as crianças fiquem a salvas.

  O livro é encantador, e eu não tenho mais como descrever essa história, uma história completamente voltada para a amizade, lealdade, família e a vida. Os personagens são carismáticos, logo nas primeiras páginas você se apega a eles, a história, nossa muito intrigante e te prende fácil, fácil.. Meu primeiro contato com a narrativa do Gaiman e cara, como eu quero ler mais livros desse homem. Super recomendo a leitura.

maio 17, 2019

#Resenha de Filme - Os Intocáveis

#Resenha de Filme - Os Intocáveis
 
Os Intocáveis (Intouchables, 2011) um filme francês baseado no livro autobiográfico de Philippe Pozzo. Tanto livro e filme são baseados em fatos reais, e nos conta a história de Philippe, um homem rico e tetraplégico que conta com o auxilio de um enfermeiro para poder ajuda-lo em sua rotina. Philippe é um homem inteligente, aprecia a arte e boa música, mora em uma casa muito bonita, mas vive solitário, cercados de empregados.
Também conhecemos Driss, um homem negro, pobre, agressivo que no momento está sem trabalho e acabou de sair da prisão, precisando de um emprego ele acaba se candidatando a vaga de enfermeiro na casa de Philippe. Sem nenhuma experiência e em padrões diferentes, Phillippe fica curioso com o jeito e atitudes de Driss e acaba o contratando para ser seu enfermeiro. Driss tem de ajudar Phillipe em tudo, a se vestir, a tomar banho, a se alimentar e com seu jeito turrão de ser, ele não aceita fazer certas coisa e isso acaba fazendo Philippe se divertir. Os dois constroem uma relação de amizade muito forte apesar das grandes diferenças sociais.






Driss com seu jeito espontâneo e seu jeito simples, conquista a todos da casa de Phillipe e o próprio Phillipe, uma coisa que percebemos claramente, é que Dris não sente pena da condição de Phillipe, não o olha com piedade e não o trata como se fosse uma pessoa frágil, coisa que Phillipe está cansado é de ser tratado assim pelas pessoas ao seu redor.
Ao lado de Phillipe, Driss começa a perceber as coisas com outro olhar, a desenvolver seu lado sensível e a apreciar novas coisas. Acredito que os dois aprenderam muito um com o outro nesse relacionamento. Não é um filme dramático, é um filme com humor, claro que possui drama, mas não aquele drama mórbido. A amizade e companheirismo que cresce nesse meio "profissional" é tão sincero e apaixonante que dá uma vontade de participar. Vemos como eles fazem bem um para o outro, como através de simples momentos de conversas e passeios os dois criam um laço sincero de amizade e confiança.




Phillipe vive dias maravilhosos na companhia de Driss, se sente vivo, divertido. Driss se mostra um verdadeiro amigo, um homem correto, com muita bondade e de um grande coração. O filme é maravilhoso, é um filme lindo e um lição de vida. Mostra que independente de cor, níveis sociais, o que conta mesmo é o caráter da pessoa. Driss, aquele que não era apto para o cargo aos olhos dos empregados, acabou se mostrando o melhor com sua sinceridade, com seu jeito espontâneo de ser e com o seu carisma e atenção com Phillipe.
Gente e sem contar que é uma história real, eu não sabia desse detalhe quando assisti ao filme, lembro que alguma editora lançou o livro, e depois de assistir ao filme estou louca querendo compra-lo. Fico feliz com essa história, ainda existe pessoas boas como o Driss no mundo, capaz de levar alegria para pessoas especiais, mesmo que seja só com o sorriso nos rosto e a boa vontade de ajudar. Recomendo o filme para todos, assim que terminei de assistir e senti leve com a história e feliz. Assistam!

" - Porque escolheu alguém tão fora dos padrões, sem qualificação e provavelmente nenhuma compaixão?É isso mesmo. É exatamente o que quero, nenhuma compaixão. Ele sempre me passa o telefone. Sabe por quê? Ele esquece”.

maio 17, 2019

Resenha de Livro: Fiquei com o Seu número - Sophie Kinsella

Resenha de Livro: Fiquei com o Seu número  - Sophie Kinsella
Fiquei com o Seu número  
Sophie Kinsella
Editora Galera Record
Páginas: 460



    Quanto tempo não lia um livro tão engraçadinho e fofo, os livros da Sophie Kinsella, sempre me deixam apaixonada e quando finalizo a leitura com aquelo sorriso bobo no rosto dá uma vontade de viver tudo aquilo novamente.
Em Fiquei com o seu número, conhecemos Poppy Wyatt uma jovem fisioterapeuta que conheceu seu futuro marido em uma de suas consultas, Magnus Tavish, um jovem professor que tem uma família muito intelectual.
Poppy foi pedida em casamento por Magnos com um lindo anel de esmeraldas, que todas as suas amigas ficaram babando. (essa palavra me lembra aquela música você-sabe-qual) e em um evento todas pedem a Poppy para experimenta-lo em seus dedos. Okay, só uma doida para deixar um anel valioso ficar passando de mão em mão, ainda mais em um evento! Poppy acaba perdendo seu anel e fica desesperada, dá o número de seu celular para todos que estavam nesse evento, e se não pudesse piorar, acaba perdendo seu celular. E agora caso alguém encontre seu anel de esmeraldas, como irão avisa-la?
Desesperada por um telefone, Poppy acaba encontrando um celular em um lata de lixo no hotel onde aconteceu o tal evento, claro que esse celular tem um dono, e quer esse celular de volta, o celular é de um empresa importante e pertencia a assistente de um executivo Sam lindo Roxton. Poppy bate o pé e diz que não devolverá o celular devido não te-lo roubado e sim acado em um lugar público a lixeira. E acaba fazendo um acordo com Sam, irá passar todos os e-mail recebido no celular para o e-mail dele. Será que isso vai dar certo?
Poppy é o tipo de pessoa otimista, alegre que sempre vê o lado bom das coisas, super simpática, e sempre se coloca em segundo lugar quando é para ajudar alguém. Poppy é distraída, atrapalhada e acima de tudo um coração enorme! Uma das coisas que achei bem legal e diferente, foi as notas de rodapé, são notas feitas pela própria Poppy, super engraçadas.
Já o Sam, o dono do celular, é todo sério, um executivo bem conceituado. e quando ele se depara com uma doida que nem a Poppy você pode ter certeza que irá dar boas risadas! O Sam, me lembrou um pouco o Luke, do livro "Os Delírios de Consumo de Becky Bloom" sempre que ele aparecia vinha a imagem do Luke na minha cabeça! Será porque os dois são fofos?
Em Fiquei com seu número, encontramos uma história super gostosa, fofa e bem engraçada, não tem muito romance, mas sentimos a presença ali, me entendem? haha..
Super recomendo o livro, me diverti bastante, a Sophie como sempre arrasando nos chick-lit!! E nem preciso dizer que entrou para os meus favoritos!!
Espero que gostem!!
Copyright © 2016 Livra Livro , Blogger