Resenha de Livro - A Seleção - Kiera Cass | Livra Livro

março 17, 2019

Resenha de Livro - A Seleção - Kiera Cass

A Seleção
Kiera Cass
Editora: Seguinte


A Seleção, primeiro livro da séria distópica da autora Kiera Cass. Em um futuro onde um novo país é instituído depois de várias guerras surge Illá. Estamos de volta a monarquia, onde a sociedade é dividida por castas. Desde os oitos que são os mais pobres até o um onde se encontra o rei. As casta são onde podemos perceber, suas profissões, seus dinheiros e a posição na sociedade.
A realeza que são de casta Um, tem o objetivo de realizar um concurso, com o nome a Seleção, onde 35 meninas terão a oportunidade de se tornarem uma princesa e de se tornarem uma Um. O príncipe como herdeiro do trono tem como encontrar uma princesa, aquela que será a sua esposa e companheira para o resto da vida. Aquela que terá de dar o exemplo para o país. Aquela que o povo terá de admirar e se inspirar. Diante desse concurso apenas uma será a princesa de Illéa.
  A seleção será transmitida para o país todo, como um reality show, onde mostrará a disputa entre as meninas pela coroa e pelo coração do príncipe.
Conhecemos America, uma jovem de casta Cinco, onde a sua família ganha a vida com a arte. America é uma bela artista, canta em festas, toca instrumentos em eventos junto de sua mãe. Seu pai, uma homem doce é um ótimo pintor. Com uma família feliz e unida America tem medo de decepcioná-los, já que nutre umamor proibido por Aspen, um jovem de casta Seis. É inaceitável uma jovem se casar com alguém de uma casta inferior. Sonha com o dia quem será pedida em casamento. Mas tudo muda quando recebe a carta de convocação para A Seleção.
Decidida a não se inscrever por achar um absurdo, um concurso pela disputa de uma pessoa que ela não conhece e pensa que não será da noite para o dia que irá se apaixonar por um desconhecido. Mas America é preciosa pela mãe a se inscrever e para sua surpresa pela de Aspen também. Já que ele não se perdoaria se America perdesse a chance de melhorar de vida. Com tanta pressão, America se inscreve mas para agradar aos outros, já que tem certeza de que o príncipe não irá se interessar por ela. Mas... para a surpresa de todos e inclusive a dela America foi selecionada para A Seleção e irá participar da disputa pela coroa e o coração do príncipe Maxon.
Com uma narrativa bem simples e gostosa, você não vê a hora passar. É um livro tão fofo com personagens ótimos e cativantes que fica difícil de largar. America narra, e é super engraçada, uma jovem humilde e impulsiva. Apesar deter momentos difíceis, como a pobreza das castas e o sofrimento das pessoas. America consegue deixar o livro muito leve, ela contagia cada página. America com seu jeito impulsiva deixa aquela expectativa do que estar por vim, do que ela irá aprontar ou falar, que me deixa mais curiosa.
America no palácio diante de outras meninas de castas melhores, tentando se encaixar aquela nova etapa da sua vida, tentando se encaixar a realeza e despertar a atenção de um príncipe.
   O Príncipe é um perfeito cavalheiro, desde seu primeiro encontro com America já se percebe um certo encantamento pela forma simples e impulsiva de America.
Um livro que ultrapassou as minhas expectativas, pensei que fosse ser um romance chato e arrastado, mas me surpreendeu. Apesar de ser uma distopia, o livro é bem diferente, personagens diferentes e um rumo totalmente diferente das outras. Super recomendo a leitura, não irão se arrepender!! A Seleção, sem dúvida me surpreendeu, de inicio pensei que fosse um livro sobre contos de fadas e tal. Mas, me surpreendi, não só por não ser um livro fantasioso, mas com um proposito, de mostrar como as pessoas são e como que lutam para conseguir e lutar pelo que acham certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2016 Livra Livro , Blogger