Filme: Divergente - Opinião

Filme: Divergente 

Hoje venho compartilhar a minha opinião com vocês sobre o filme "Divergente". Já viram?
Bom, não sou especialista em falar sobre filmes, irei apenas falar sobre o que achei da adaptação.

Bom, o filme começa com a Beatrice/Tris explicando sobre a nova Chicago, e apresentando a sociedade, que foi dividida em cinco facções, Abnegação; Audácia; Erudição; Franqueza e Amizade, depois de descobrir que a culpa de um viver em guerra, é da personalidade da pessoa, ou a sua afinidade em fazer o mal. As facções tem vivido muito bem durante anos, uma ajudando a outra na paz.
Os Jovens, ao completarem 16 anos, tem de escolherem em que facção querem pertencer para o resto da vida, uma escolha que não terá volta. Beatrice que pertence a Abnegação, a facção dos altruístas, pode decidir se quer continuar na sua facção de origem ou mudar de facção, deixando seus pais para trás e seguindo uma nova vida.
Antes de escolherem em qual facção os jovens querem se mudar, eles passam por um teste, um teste pra ver em qual facção iram se encaixar segundo a sua personalidade. Mas é na cerimônia que iram escolher a sua nova facção, diante de seus familiares. Nossa querida Beatrice, escolhe para a surpresa de seus pais, a Audácia, a facção rebelde e intimidadora, que tem a função de proteger a cidade, a Audácia é a facção dos corajosos.
Escolha feita. Caminho sem volta. Agora como uma membra da Audácia, Beatrice passa a ser apenas, Tris. Facção nova, nome novo. Tris, pensa ter feito a escolha errada, uma vez que seu teste deu aptidão para três facção, sendo que teria apenas de dar um. Tris recebe a noticia de que é Divergente. Divergente são pessoas que não podem ser controladas, sendo assim uma ameaça a outras facções, e precisam ser eliminados.

O filme me agradou em partes, vi muitas pessoas falando que o filme foi fiel ao livro, eu não vi isso. Teve muitas partes retiradas, algumas cenas modificadas aqui e ali. Senti muita falta (drama) de uns personagens no filme, personagens esses que para mim são essenciais.. (drama novamente)... senti falta de umas lutas aqui, e outras ali, cenas que cortaram que pra quem não leu o livro não entenderia.
O que me incomodou também foi o fato de não mostrarem direito o que levou os personagens a querer jogar a Tris no fosso, ficou muito mal explicada e pra quem não leu o livro meio que não entendeu o motivo, eu acredito né... Enfim.. deixou a desejar na minha opinião!

As atuações... a Shailene Woodley deu um show... quando comecei a ler o livro não imaginava essa garota como a Tris, não entrava na minha cabeça de maneira nenhuma... mas Shailene sambou na minha cara, com uma ótima atuação, dando vida a Beatrice Audácia, uma jovem cheia de garra e lutando pelo aquilo que acredita. E o Theo James? De inicio não me agradou, o personagem no livro Quatro é muito mais legal, Quatro no filme ficou chato e um tanto arrogante. Caleb Prior irmão de Tris interpretado pelo ator , Ansel Elgort e par romântico de Shailene em A Culpa é das Estrelas.

A Jeanine interpretada pela atriz Kate Winslet, não me agradou no filme, a mulher cheia de sede de vingança, doida para matar, não apareceu no filme. Apareceu uma mulher simples, muito educada, que desfilava com seu terninho azul pra lá e pra cá. Não foi aquela vilã... que eu estava esperando!

O romance deu uma melhorada no humor de Quatro/Tobias, se envolvendo a linda da Tris, seu humor ficou bem melhor e voltou a ser o Quatro do livro que eu tanto gosto. O romance não ganhou tanto espaço assim no filme, já que focou mais nas cenas de lutas e ação. O que me agradou bastante.
As cenas de ação foram muito bem contracenadas, Tris se mostrou forte do inicio ao fim.
As passagens do medo, poderiam ter sido mais exploradas, ão só focando na da Tris e sim de outros participantes.


Divergente não teve um investimento merecido e tal, mas acho que poderia ter feito um pouco mais parecido com o livro, e ter colocado certas cenas. Claro que gostei, não amei, mas gostei de ver. E espero que em Insurgente a Shailene continue assim, interpretando a Tris com essa garra que foi em Divergente. Um filme que mostrou o espirito do livro, um livro que fala sobre amizades, intrigas, pode conseguiu passar isso com certas coisas faltando.
Insurgente, surpreenda-me!!!

You Might Also Like

0 comentários